Missão Transcultural – Muito além de Jerusalém

 Nosso NOVO endereço é: www.experienciamagica.com/alistamento
Obrigado e Fique na PAZ do Senhor!

Imaginem a cena: Um templo no segundo país mais populoso do mundo, a Índia, cheio de flores e oferendas. Os fiéis chegam com seus sacrifícios e alimentos para o seu DEUS. O culto vai começar. Começam com hinos e louvores ao seu DEUS, como nós adoramos, eles adoram. Do jeito que ofertamos, eles ofertam. Como nós cremos nas bênçãos, eles também crêem. Tudo muito parecido, até o DEUS deles está vivo e eles também podem ter contato com o seu DEUS! Tudo muito normal, se o DEUS deles não começassem a sair por buracos nas paredes, um por cima dos outros, para receberem os louvores, beberem o leite da oferenda e entrarem em contato com seus adoradores. Que cena! Se o DEUS deles, irmãos, não fossem RATOS…

Isso mesmo! Aqueles bichinhos nojentos que vivem nos esgotos. Mas não se engane, nesse templo da Índia eles são os DEUSES, tão poderosos que os adoradores crêem que se comerem e beberem a mesma comida deles e, muitas vezes, ao mesmo tempo, terão benção para o resto da vida. Comem, bebem e se deitam com o seu DEUS. Quanto mais perto ficarem dele, melhor. E o pior, o número de adoradores cresce todos os dias, as crianças são ensinadas a fazerem o mesmo, e fazem…
Imaginaram essa cena desastrosa e cruel? Pois é, isso existe e tá acontecendo agora mesmo enquanto você lê esse texto.

Não seria egoísmo demais não querer que esses povos não sejam alcançados, como nós fomos algum dia? Se nós achamos absurdo o que fazem, e sentimos pena ou compaixão desses povos, imaginemos então quantos outros mais estão nessa mesma situação de perdição e cegueira espiritual.

Quando falamos em Missão a outros povos ou Transcultural, muitos irmãos logo dizem: mas por que ter que ir para outro lugar se nosso bairro e nossa cidade precisam também? A resposta é simples, lendo o texto do deus rato vemos algumas diferenças como: Enquanto só aqui no nosso pequeno bairro do Conjunto Industrial, de mais ou menos 1km quadrado e com população média de 10 mil habitantes, existem 03 Assembléias de Deus, 01 Betesta, 01 Batista, 01 Católica, 01 Adventista e como devem ter outras que não me lembro, sem falar as dos bairros vizinhos, ou seja, no mínimo 07 possibilidades para conhecerem, ou pelo menos, ouvirem a respeito da Savalção por Jesus.

Enquanto isso na Índia, perto desse templo do deus rato, com certeza não tem nenhuma possibilidade de Salvação! Estão isolados e longe dessa Graça. Isso é muito sério! Então estamos aqui, como dizem, reclamando de barriga cheia. Muitas vezes questionamos o envio de 9 missionários para a África, que é outro país que tem situação parecida com a da Índia, e não paramos para enxergar que aqui existem mais de 1.000 missionários disponíveis para a Evangelização Local. Ora, a evangelização local não é uma obrigação das igrejas locais? Onde estão estas igrejas do nosso bairro e nossa cidade? Mesmo assim, ainda podemos perguntar: Também não é fundamental a missão local? Claro que é! Mas aqui podemos dizer que temos gente e igrejas de sobra para que essa Missão Local seja realizada, isto é, as portas estão abertas por aqui, enquanto por lá não existe nada nem ninguém para falar ou pelo menos testemunhar desse amor de Jesus, que já nos alcançou! É ou não é egoísmo de nossa parte achar que a prioridade é aqui? A prioridade é onde não existem possibilidades nem de se ouvir a PALAVRA DE SALVAÇÃO. Lá é diferente, as pessoas são dominadas e não tem nem a oportunidade, como aqui, de escolherem de que lado querem ficar.

Porque COMO INVOCARÃO A QUEM NÃO CONHECERAM, MAS COMO CONHECERÃO SE NÃO OUVIRAM NEM FALAR, MAS COMO OUVIRÃO SE NÃO HÁ QUEM PREGUE, E COMO PREGARÃO SE NÃO FOREM ENVIADOS? … LOGO A FÉ É PELO OUVIR, E O OUVIR PELA PALAVRA DE CRISTO (Rm 10:14-17).

Irmãos, o que quero dizer é muito claro e objetivo: AJUDEMOS AO PROPÓSITO DE DEUS DE ALCANÇAR A TODOS OS POVOS DA TERRA, ATÉ OS CONFINS DA TERRA (At 1:8). Dizemos que missão está no coração de Deus, mas muitas vezes não está no nosso coração.

A MISSÃO LOCAL é FUNDAMENTAL, mas a MISSÃO TRANSCULTURAL é URGENTE!

Pensemos nisso todos os dias. Então oremos mais e ofertemos mais por missões. Vamos ajudar a CRIAR mais possibilidades e oportunidades de SALVAÇÃO para TODOS!

A todos um grande abraço missionário.

Anúncios

3 Respostas to “Missão Transcultural – Muito além de Jerusalém”

  1. Irineu Costa Says:

    Achei muito relevante as questões q vc coloca neste texto, chamando a responsabilidade urgente de missoões transcultural, me levando a refletir sobre a responsabilidade como Igreja, abraçar este desafio. Porque vemos nestes dias q a Igreja não pode chegar atrasada aos leigos sem cristo ou sem pespequitiva de vida. Temos que chegar na Hora. Esta é a hora de arregaçar-mos as mangas e faser alguma coisa com relação aos milhões de pessoas q estão morrendo sem cristo em todo o mundo.Você e eu somos a extenção do evangelho de Cristo aqui na terra.
    Meus parabens Lucas que Deus possa continuar te usando p sua obra.

  2. Amém! Esta luta não é nossa mas de Deus (2 Cro 20:15). Só que ele nos chamou para participar. O que podemos fazer? Negar? Ai de mim! Prossigamos em conhecer o Senhor. Que o Senhor, que tudo nos ajuda, te abençoes também meu irmão.

  3. Outro dia li um artigo onde dizia que o culto ao deus-rato foi incentivado na Índia por um homem chamado Mahatma Gandhi. A doutrina deixada por ele não ensinava somente a adoração aos ratos, mas também a BARATAS e outros repteis desse tipo. O que mais me chamou atenção é o que levou esse homem a chegar a esse ponto de ensinar essas doutrinas… Dizem que na sua juventude, como pensador que sempre foi, Gandhi sempre citava trechos da Bíblia Sagrada nos seus ensinos. Um dia, foi aos EUA, e resolveu visitar uma Igreja evangélica para conhecer melhor o “Deus dos Cristãos” e ao ouvir a mensagem, ele decidiu aceitar a Jesus como seu Salvador. Mas infelismente foi discriminado por estar trajado com as roupas típicas de Indiano, com aquele cheiro de Incensso, etc… Pessoas trocavam de lugar para sair de perto dele! Após o culto ele tentou falar com o Pastor para explicar da sua decisão mas foi inpedido pelos membros da Igreja que alegaram que o Pastor NÃO TERIA TEMPO para falar com ele. Nos EUA ele não teve abrigo, comida, etc… e sempre que procurava uma Igreja Evangélica para refugiar-se, era discriminado!!! Então, uma grande revolta cresceu dentro do coração daquele jovem, e ele passou a odiar o “Deus dos Cristãos”. voltou para ìndia onde dedicou-se às doutrinas mencionadas no início. Imaginemos então quantas pessoas na Índia e África enveredaram pelo caminho do erro e da idolatria tudo isso porque um dia uma pessoa teve a INFELICIDADE de congregar em uma Igreja de APARÊNCIA!!! Onde as pessoas olham somente para o exterior…. Obrigado!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: